Loading...

Pesquisar este blog

quinta-feira, 25 de março de 2010

Valentina e o ovo do Bob Esponja


mari auler - blogger - florianópolis - sc

Minha afilhada Valentina, me pediu de Páscoa um ovo do Bob Esponja; respondi: "não conheço"! E ela: "mas Dinda, em que planeta tu vives que não conhece o Bob Esponja"; mas eu conheço o Bob Esponja, só não conheço o OVO! Afinal, não sei mais discernir sobre a quatindade de produtos novos diariamente despejados sobre nós; são tantas marcas e produtos, que quando a gente chega num supermercado a cabeça começa a endoidar! Benditos dias em que só tinha bombom "Amor Carioca" e "Lacta";chocolate Neugebauer,Lacta e Nestlé. Os ovos eram destas marcas e só variavam de tamanho! Valentina, tua Dinda é do século passado!!! Atualmente, consigo me perder na área destinada à Páscoa nos supermercados. Quando for comprar o teu ovo, tu vai ser a minha guia!!! Bom né? Velhos tempos, belos dias...rsss (saudosista hein?)

Glória do desporto nacional?


mari auler - blogger - florianópolis - sc

Nosso time está em baixa; vamos falar a verdade né? Tá uma "bicheira braba"; perder de 3x0 para o Zequinha é ruim, mas ver aqueles jogadores ganhando milhões e jogando aquela "bolinha" é chorar! Vamos trocar o treinador e mudar todo o esquema tático!!! Que acham?

terça-feira, 23 de março de 2010

Noemia e a praia de Rainha do Mar



mari auler - blogger - florianópolis - sc
Como podem perceber, voltei ao meu blog, tão esquecido! Estou novamente inteira, teclando com as duas mãos, mas ainda em fisioterapia, após 7 meses de cirurgia. Mas todos me conformam dizendo que mexer em osso é isto mesmo e eu me consolo já "o que não tem solução, resolvido está!".
Hoje vou escrever a respeito da minha mãe Noemia Lange Auler, que ontem fez aniversário e se viva fosse, estaria completando 92 anos. Ela deixou saudades em 5 filhas: Otília (Quica), Carolina (a minha Mana, rsss - por ser a única que assim chamo), Enice, Iria e Marioni; em 8 netos, José Cácio, Maria Cátira e Maria Cristiane (filhos da Carolina); Ananice, João Luís, Alexandre e Berenice (filhos da Nice) e de Edith Maria, minha filha, além de ter sido também semente de 16 bisnetos, que se vou citá-los, fica muiiiiito cumprido e ninguém mais vai ler até o fim, rsss. Mas o que me leva mesmo a reminiscências hoje, é sobre sua intrinseca relação com o mar. No dia que a Noemia o descobriu,lá na praia de Rainha do Mar, uma nova janela se abriu em sua existência. Basta ver e ler em sua biografia, deixada sob forma de poesias, o quanto ela amava a natureza e, em especial o mar. Atualmente, vivendo em Canasvieiras, Floripa, cada vez que caminho à beira da praia, não deixo de lembrá-la , meu pensamento se eleva, e vejo o quanto ela foi importante a mim e à minha formação, no meu peculiar gosto, por tudo que signifca VIDA! Uma frase da Noemia, que ela dizia e todos que a conheceram hão de lembrar : "Isto faz parte da VIDA!" Acontecia algo ruim e lá vinha ela com esta frase, além do, "vai melhorar!". Foi uma das pessoas mais cheia de energia e além de seu tempo que conheci; E ainda, um exemplo de mulher, mãe, esposa do nosso querido pai Theo e avó, que ficaram marcados para sempre naqueles que tiveram o privilégio de com ela conviverem. Aí onde estás hoje Noemia, tenha a certeza que todos nós, as "tuas sementes" aqui deixadas, por certo nunca te esquecerão! A ti, a nossa eterna gratidão, por tudo que significastes!!!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

ME REVISANDO COM A MÃO ESQUERDA

mari auler - blogger - florianópolis - sc

Sempre fui de esquerda! Nunca de centro, muito menos de direita. Mas desta vez estou literalmente revisando a minha vida com a mão ESQUERDA. É impressionante como nossa mente tem recursos.Não imaginava que teria força física e espiritual para reciclar meu cérebro e corpo, no sentido de realizar tantas tarefas só com um braço e mão. Mas estou bem. Nada melhor como auto-conhecimento. Já começo a me sentir esperta. Se faço tudo isto só com o braço esquerdo, imagina, com os dois juntos!!! Êta evolução!!! rsss
Obs: Prá quem não sabe, estou operada do ombro, imobilizada numa tipoia por 40 dias...

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Novo censo vai avaliar, ou bisbilhotar ainda mais nossas vidas?

mari auler - blogger - florianópolis - sc

O novo Censo de 2010 deverá ser uma ferramenta importante sobre o Brasil atual e fará a avaliação detalhada de nossas vidas, passadas, presentes e futuras. Pois eu pergunto, até que ponto é válido estarmos sendo praticamente dissecados e devassados pela mão do governo. São perguntas sobre a situação civil, saúde, profissional, econômica, sexual, enfim, não haverá mais espaço à vida privada e o governo terá conhecimento , ou acesso a praticamente tudo que lhe interessar possa. É o chamado "big-brother" chegando e tomando posse, a cada dia que passa,sobre a nossa existência. Ao mesmo tempo considero que o Censo seja de utilidade, na medida que teremos uma noção mais exata, do processo evolutivo na nação brasileira; Saberemos o que temos em comum, sobre as questões de cidadania, sócio-economica, empregos, salários, bens capitais,enfim, uma gama de informações relevantes, que irão traçar um novo perfil do país. No entanto, não deixa de ser preocupante. Vejam só, estamos sendo vigiados pelo governo, pelo imposto de renda, pelo sistema financeiro, pelo partido, pelo clube, pela associação, pelo SPC, pela SERASA, pelo Orkut, pelo Twiter, pela escola, pelos amigos, inimigos, igreja, câmeras instaladas em todos os lugares... e não pensem que estou com mania de perseguição!Apenas,isto me angustia. O privilégio da privacidade total, ah, isto acabou! Não tenham mais dúvidas!

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

A MASSACRANTE FELICIDADE DOS OUTROS...

mari auler - blogger - florianópolis - sc
PUBLICO AQUI, UMA MSG ENVIADA PELA MINHA AMIGA BEBEL BUENO, QUE EXPRESSA MUITO DO QUE SINTO! ESPERO QUE GOSTEM TB;

A massacrante felicidade dos outros...

Há no ar um certo queixume sem razões muito claras.

Converso com mulheres que estão entre os 40 e 60 anos, todas com profissão, marido, filhos, saúde, e, ainda assim, elas trazem dentro delas um não-sei-o-quê perturbador, algo que as incomoda, mesmo estando tudo bem.

De onde vem isso?

Anos atrás, a cantora Marina Lima compôs com o seu irmão, o poeta Antonio Cícero, uma música que dizia: 'Eu espero/ acontecimentos/ só que quando anoitece/ é festa no outro apartamento'.

Passei minha adolescência com a mesma sensação de que algo muito animado estava acontecendo em algum lugar para o qual eu não tinha convite.

É uma das características da juventude: considerar-se deslocado e impedido de ser feliz como os outros são - ou aparentam ser.

Só que chega uma hora em que é preciso deixar de ficar tão ligada na grama do vizinho...

As festas em outros apartamentos são fruto da nossa imaginação, que é infectada por falsos holofotes, falsos sorrisos e falsas notícias.

Os notáveis alardeiam muito suas vitórias, mas falam pouco das suas angústias, revelam pouco suas aflições, não dão bandeira das suas fraquezas... Então, fica parecendo que todos estão comemorando grandes paixões e fortunas, quando, na verdade, a festa lá fora não está tão animada assim!

Ao amadurecer, descobrimos que a grama do vizinho não é mais verde coisíssima nenhuma.

Estamos todos no mesmo barco, com motivos pra dançar pela sala e também motivos pra se refugiar no escuro, alternadamente. Só que os motivos pra se refugiar no escuro raramente são divulgados.

Prá consumo externo, todos são belos, sexy, lúcidos, íntegros, ricos, sedutores, enfim, campeões em tudo!

Fernando Pessoa também já se sentiu abafado pela perfeição alheia – e olha que na época em que ele escreveu estes versos não havia esta overdose de revistas que há hoje, vendendo um mundo de faz-de-conta:

'Nesta era de exaltação de celebridades - reais e inventadas – fica difícil mesmo achar que a vida da gente tem graça.' Mas tem.

Paz interior, amigos leais, nossas músicas, livros, fantasias, desilusões e recomeços, tudo isso vale ser incluído na nossa biografia...

Ou será que é tão divertido passar dois dias na Ilha de Caras fotografando junto a todos os produtos dos patrocinadores?

Compensa passar a vida comendo alface para ter o corpo que a profissão de modelo exige?

Será tão gratificante ter um paparazzo na sua cola cada vez que você sai de casa?

Estarão mesmo todos realizando um milhão de coisas interessantes enquanto só você está sentada no sofá pintando as unhas do pé?

Favor não confundir uma vida sensacional com uma vida sensacionalista.

As melhores festas acontecem dentro do nosso próprio apartamento...

(Martha Medeiros)

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Estou em POA

mari auler - blogger - florianópolis - sc

Estou em POA e longe do meu micro, por isto, temporariamente, não estarei escrevendo por aqui...
Abção a todos